Líquido de travões

Líquido de travões

MAIS SEGURO NA ESTRADA

Formula XT Líquido de travões

O líquido de travões é um dos líquidos mais importantes num carro. Na sua falta, seria impossível conduzir em segurança porque os travões não funcionariam. É o líquido de travões que transmite a força exercida pelo condutor no pedal do travão ao travão da roda. Para garantia do funcionamento deste processo, o líquido de travões tem de ser mudado regularmente, durante a inspeção ou manutenção.

O líquido de travões é higroscópico, o que significa que absorve a humidade atmosférica. Uma absorção excessiva dessa humidade pelo líquido de travões causa a redução drástica do seu ponto de ebulição húmido, o que, por sua vez, aumenta o risco de uma falha total do sistema de travagem, sob condições de carga extrema.

Exemplo Downhill: Se mantivermos o pé colado ao travão, a temperatura do líquido de travões aumenta. Quando é atingido o ponto de ebulição, a água de adsorção começa a ferver, formando-se bolhas de vapor no sistema de travagem.

Resultado: impossível aumentar a pressão no sistema de travagem = perda total dos travões!

DOT FAZ A DIFERENÇA

O líquido de travões Textar certo para cada necessidade

O líquido de travões deve ser mudado de dois em dois anos. No momento de escolher, há que prestar atenção às especificações do fabricante porque estão disponíveis classes DOT diferentes:

  • As classes DOT 3, 4, 5 e 5.1 diferem principalmente ao nível do ponto de ebulição e da viscosidade com baixas temperaturas.
  • As classes DOT 3, 4 e 5.1 são à base de glicol,
  • O DOT 5 distingue-se por se à base de silicone.

Quanto maior for a classe DOT, maior a temperatura de ebulição e o ponto de ebulição húmido. As classes DOT superiores tendem a oferecer intervalos de manutenção mais prolongados. Os padrões DOT derivam da norma FMVSS-116 do Departamento de Transportes (DOT, do inglês) dos Estados Unidos.

VISTA GERAL DAS RECOMENDAÇÕES DO FABRICANTE

Cada fabricante de automóveis usa um código específico para definir o líquido de travões usado nos seus carros. Esta tabela permite-lhe ter uma vista geral dos diferentes códigos dos fabricantes, assim como realizar a conversão para o líquido de travões Textar correspondente.

A partir desta tabela, é possível determinar rapidamente qual o líquido de travões Textar adequado ao veículo.

BREVE EXPLICAÇAÇÃO DOS TERMOS TÉCNICOS:

Ponto de ebulição seco: refere-se às características do líquido de travões novo, selado. Neste estado, o líquido de travões é quase anídrico (substância praticamente sem teor de água). O ponto de ebulição seco situa-se normalmente entre 240 e 280°C.

Ponto de ebulição húmido: refere-se às características do líquido de travões em fim de ciclo: ao atingir um teor de água de 3.5%, o líquido de travões tem de ser mudado. Este ponto de ebulição húmido definido não pode ficar abaixo do seu limite mínimo.

Viscosidade: refere-se à taxa de fluidez do líquido de travões. Quanto menor a viscosidade, maior a rapidez da passagem (fluidez) do líquido de travões pelo sistema de travagem e a transmissão dos comandos dos travões.

TX_BrakeFluidTester_Image

O TEX1000BFT da Textar determina o ponto de ebulição exato do líquido de travões.

NOTA IMPORTANTE PARA O MANUSEAMENTO DE LÍQUIDO DE TRAVÕES!

  • O líquido de travões é um resíduo tóxico e perigoso.
  • Cuidado ao mudar. O líquido deteriora as tintas e os plásticos.
  • Não deixar entrar em contacto com os olhos ou com a pele. Esfregar o líquido derramado sempre com água.
  • Não deitar o líquido de travões na água potável nem misturar com óleo usado.
  • A cor do líquido de travões não tem qualquer relação com a sua qualidade.
  • O líquido de travões deve ser mantido na sua embalagem original e num local seco, fresco e bem ventilado.